segunda-feira, 7 de maio de 2012

VOAR À NOITE

Num inusitado ataque de insónia, estive até de madrugada (de sábado para domingo), entre outras coisas, a seguir os aviões que nos track de 210º a 214º iam passando ao largo ou sobre a parte sul da Madeira.
Todos eles rumavam a destinos na América do Sul - Brasil, Argentina, Chile, Peru, sobretudo, oriundos de Paris, Frankfurt, Madrid e alguns de Londres.
Entre 3 ou 4 Boeing 747, vários A-330 e Boeing 777, estes em maioria, muitos foram os que passaram por aqui, sob uma Lua cheia intensa.
Entre eles, a dada altura, o Flightradar24 denuncia a passagem de um A-330 da TAP, rumo a Fortaleza, no Brasil. 
Era o A-332 CS-TOH, o "Star Alliance" lusitano a "azimutar" a terras de Vera Cruz. Ao lado dele, a escassas milhas e num FL ligeiramente inferior, voava um 747 da Lufthansa, que procedia de Frankfurt em direção a Buenos Aires.
A dada altura, pelo FR24, conseguia perceber-se uma extensa fila de aviões, separados por poucas milhas, ligando a Europa à América do Sul. Longos voos noturnos, sob a luz da Lua e dentro de cada aeronave, centenas de pessoas entregues ao domínio dos céus conquistado pelo homem.
Isto tudo para reforçar, uma vez mais, a confiança que presentemente o transporte aéreo confirma e que, de dia ou de noite, o voo faz parte da nossa vida e caramba, visto tudo isto sentado numa cadeira e olhando um computador, parece tão fácil!

 Um A-320 da Iberia em aproximação final a Lisboa.

Um cargueiro Boeing 737, da TNT, a rolar na Portela... 


Sequência de um A-319 da "Easy Jet", na sua "casa" de Lisboa.

 Um A-320 da TAP, iniciando uma saída noturna.

 De novo as cores da TAP, desta feita num A-319.

 Um A-321 a fazer a final para o Porto.

Aterragem de um A-319 da TAP no Porto.

Nota: O Porta de Embarque 04, na impossibilidade de fotografar os aviões que voam de noite, acima de 30 mil pés, ilustra esta crónica com imagens noturnas, obtidas pelo Paulo Mata em Lisboa e Porto.


3 comentários:

Rui Sousa disse...

:)) Nesse noite ainda estive à coca, a ver se algum deles me fazia o obséquio de passar em frente à "super lua" mas, não tive essa sorte...

António "Sniper" Luís disse...

Pois olha, visto da minha varanda, um deles passou. Vi-o com o os binóculos...
Era um T7 da Air France (segundo o FR24) que ia para Guarulhos. Não tinha máquina e certamente não teria a mestria para o fazer decentemente, mesmo que a tivesse...

carlosschmidt disse...

Também acompanho muito de noite (madrugada) os voos no FR24, nomeadamente quando sei que amigos meus estão no "escritório". Neste momento que vos escrevo, acompanho o meu amigo Carlos Silva do B777 da QTR a voar neste momento entre DOH e MAD no QTR69 A7-BBA B77L.

Enviar um comentário

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>